PublicidadePublicidade

Sem gás, família de Anápolis sofre graves queimaduras ao usar álcool para cozinhar

Situação foi tão grave que casal foi parar na UTI e garotinha de 10 anos também se feriu

Caio Henrique Caio Henrique -
(Foto: Arquivo Pessoal)

Um grave acidente de cozinha, ocorrido há quase um mês em Anápolis, ainda deixa grandes marcas na família vítima do acontecimento.

Na ocasião, mais especificamente no dia 07 de agosto, o casal Benta e Israel comemorava o aniversário do cunhado em um almoço em família, quando acabaram ficando sem gás no fogão.

Foi aí que decidiram acender o fogo usando álcool, já que faltava pouco para finalizar a refeição.

Porém, o material altamente inflamável explodiu, causando grandes queimaduras em ambos.

Ao Portal 6, o casal contou que as chamas se espalharam rapidamente e chegaram a alcançar até mesmo a sobrinha deles, uma criança de apenas 10 anos, que passava por perto no momento do acidente.

Porém, o dano maior foi causado nos adultos, que passaram quase um mês internados no Hospital de Queimaduras de Anápolis, sendo mais de uma semana na UTI.

À reportagem, Israel detalhou que chegou a ter 50% do corpo atingido pelas chamas. A esposa também sofreu queimaduras graves, mas em menor escala.

A criança teve apenas ferimentos leves.

Até hoje eles dão sequência ao tratamento, mas já em casa. O preço dos medicamentos, porém, é a nova maior preocupação das vítimas.

“Precisamos usar um filtro solar especial de duas em duas horas, além de pomadas manipuladas e roupas de proteção, tudo isso durante seis meses”, contou Benta.

“O meu marido, por exemplo, teve o tórax todo atingido. Nosso consumo é muito grande. Um filtro solar de 100g dura por apenas três dias”, explicou.

O valor mínimo de manipulação, apenas das pomadas, é de R$ 230, e o casal busca qualquer tipo de auxílio durante este momento complicado e também crucial para a recuperação.

Os interessados em ajudar podem contribuir através da chave pix 77869010197, no nome de Israel Rosa.

Mais informações pelo telefone (62) 99485-9055.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade