Após morte de goianos em naufrágio, Rio Verde decreta luto por três dias

"O consternamento geral da comunidade rioverdense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emergem pela perda dos falecidos"

Denilson Boaventura -
Barco-hotel com 21 pessoas naufragou no Rio Paraguai. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

O prefeito Paulo do Vale (DEM) decretou neste sábado (16) luto oficial por três dias em Rio Verde, no Sudoeste goiano. Cinco moradores do município morreram com o naufrágio de um barco-hotel no Mato Grosso do Sul.

São eles: Geraldo Alves de Sousa, de 78 anos, Olímpio Alves de Sousa, de 71,  Fernando Rodrigues Leão, de 49, Fernando Gomes de Oliveira, de 44, e Tiago Souza Gomes, de 18. Todos da mesma família.

“O consternamento geral da comunidade rioverdense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emergem pela perda dos falecidos”, destaca o decreto.

O acidente ocorreu na sexta-feira (15) após uma tempestade com vendaval de mais de 90 km/h atingir a embarcação no Rio Paraguai, próximo a Corumbá (MS).

Haviam 21 pessoas no barco-hotel. Doze eram passageiros e nove tripulantes. Vitor Celestino Francelino, de 64 anos, também morreu. Houve 14 sobreviventes e o Corpo de Bombeiros ainda está atrás de um corpo.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.