Mega operação policial prende em Goiás quadrilha internacional mestre em “dinheiro negro”

Golpistas são de Camarões e alegavam ter conhecimento em processos químicos para fazer tal façanha

Karina Ribeiro -
Imagem de dinheiro grosseiramente falso apreendido pela Polícia Civil. (Foto: Divulgação/PC)

Em pleno século XXI, estelionatários estrangeiros foram presos pela Polícia Civil (PC) de Goiás juntamente com a Polícia Civil de São Paulo (SP) por praticarem o golpe do falso dinheiro. A Operação Alquimia foi deflagrada na noite desta quarta-feira (28), em São Paulo.

O golpe é conhecido como ‘dinheiro negro’ e consiste em transformar papel branco em dinheiro vivo. Conforme a PC, os golpistas alegavam ter conhecimento em processos químicos para fazer tal façanha.

Mas para isso, exigiam que, para um bom desempenho, era necessário ter acesso a dinheiro real das vítimas.

PublicidadePublicidade

Quando isso acontecia, devolviam para as vítimas notas grosseiramentes falsas.

Um detalhe: elas eram entregues em maletas que não poderiam ser abertas por um determinado momento, para não interromper o suposto processo químico. Sendo assim, somente depois, a vítima descobria que tinha caído numa fraude.

Ao longo das investigações, foi possível detectar que o grupo movimentou grande quantia em dinheiro. Somente em Goiás, uma vítima teve prejuízo de R$ 200 mil.

Foram cumpridos mais de 10 mandados de busca e apreensão e milhares de notas falsas foram arrestadas na casa de um dos suspeitos.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.