Descubra quanto e quando você vai receber o 13º salário

Prazo da primeira parcela já passou, mas para a segunda ainda faltam alguns dias

Anna Júlia Steckelberg -
Descubra quando e quanto você vai receber o 13º salário
13º salário, um direito garantido pela CLT. (Foto: Reprodução)

Quem aí não está com expectativas para o 13º salário? Tem gente que até já fez compromisso com o dinheiro! Descubra quanto e quando você vai receber o 13º salário.

Quando você vai receber o 13º salário?

Primeiramente, de acordo com a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) do Brasil, a primeira parcela pode ser paga a partir do dia 1º de fevereiro até a data de 30 de novembro, a data mais comum.

Assim, para esses casos, a 1ª parcela tem um valor maior do que a outra. Além disso, mesmo que elas sejam divididas pela metade, o primeiro pagamento não possui descontos de encargos trabalhistas. Por exemplo, o desconto do INSS, Imposto de Renda ou, se houver, a pensão alimentícia.

Enquanto isso, o prazo máximo para o pagamento da 2ª parcela é até o dia 20 de dezembro. Inclusive, se essa data cair em um feriado ou final de semana, o empregador deve antecipar o tempo que for necessário esse dinheiro.

Por fim, vale lembrar que quem teve a jornada de trabalho e o salário reduzidos por conta do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm), avalizado pelo governo federal, não têm mudanças no abono.

Tem como adiantar o 13º?

Basicamente, os funcionários que quiserem pedir uma antecipação do 13º salário podem fazer junto ao pagamento das férias. Dessa forma, quando você programar junto ao empregador quando serão tiradas as férias do ano, você já pode informar que deseja adiantar o 13º.

Vale lembrar que está definido pela legislação trabalhista que empresas que não pagam ou atrasam o 13º para seus funcionários estão sujeitas a levar uma multa de R$ 170 por pessoa.

Como calcular o 13º salário?

Primeiro, deve-se dividir o valor médio do salário bruto e dividir por 12 meses. Então, multiplique por meses trabalhados. Por fim, calcule 50% para saber cada parcela, com exceção dos encargos.

Assim, o mesmo vale para as horas extras e comissões feitas até outubro. Essas devem ser divididas por 12 vezes e o valor, multiplicado pelo custo da hora extra. Então, some esse valor ao salário bruto usado na conta do início.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.