PublicidadePublicidade

13º salário: quando o pagamento vai sair e qual o valor em 2021

Depois das alterações no calendário do abono salarial PIS/Pasep, como fica o 13º nessa história? Descubra aqui

Anna Júlia Steckelberg -
13º salário: quando o pagamento vai sair e qual o valor em 2021
Receber o pagamento do 13º salário é um direito de todo o trabalhador registrado com carteira assinada. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Quem não espera o 13º salário o ano inteiro? Basicamente, o benefício é para os  trabalhadores que atuam com carteira assinada no país (regime CLT). Porém, após as alterações no pagamento do abono salarial PIS/Pasep, muitos temeram alterações na liberação do 13º. Por isso, vem saber quando vai sair o pagamento do 13º salário 2021!

Quando sai o pagamento do 13º salário 2021?

Primeiramente, a primeira parcela do benefício costuma-se ser depositada em novembro. Embora as empresas possam fazer isso a partir de fevereiro. Além disso, o empregador tem até  o dia 30 de novembro para pagar 50% do valor do benefício, sem descontos de encargos trabalhistas.

Vale destacar que há uma exceção: para quem solicitar o pagamento no mês de janeiro, o recebimento do 13º salário vem junto com as férias tiradas de fevereiro a novembro.

Além disso, no caso da segunda parcela, há também o desconto do INSS. Assim, o pagamento precisa ser feito obrigatoriamente até o dia 20 de dezembro, podendo ser antecipado caso haja algum feriado ou final de semana.

13º salário: Quando o pagamento vai sair e qual o valor em 2021? Descubra aqui

O 13º, também conhecido como gratificação natalina, foi instituído no Brasil em 1962 pela Lei de número 4.090. A norma garante que todo trabalhador receba o correspondente a um doze avos da remuneração por mês de serviço, ou seja, um salário extra ao fim de cada ano.  (Foto: Reprodução)

Qual o valor?

Pois bem, as parcelas correspondem ao valor médio do salário bruto do trabalhador dividido por 12 meses. Em seguida multiplica-se pela quantidade de meses em que ele atuou naquele ano. Assim, é só dividir o resultado por 2 para encontrar o valor de cada parcela.

Além disso, necessita-se incluir as horas extras cumpridas até outubro. Logo, faltas pode-se descontadar na proporção de 1/12 a cada 15 não justificadas no mês. Vale lembrar que demais rendimentos, como hora-extra e comissões adicionais, também estão somadas ao salário na hora de fazer o cálculo.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade