Preço da gasolina começa a cair em Goiânia, Aparecida e Anápolis

Oscilação acontece após iniciativa do governo estadual a partir de política de fixação do ICMS

Augusto Araújo -
abastecer com gasolina ou álcool
Abastecimento em posto de gasolina. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Quase uma semana após o congelamento dos preços em Goiás, os consumidores já começam a encontrar valores mais baixos do litro da gasolina.

O mais comum ainda é encontrar acima de R$ 7, e não chega à meta do governo estadual, que é de estabilizar o valor em R$ 6,55 para o litro da gasolina, a partir da fixação do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Mas já é possível encontrar um preço mais “amigável” em alguns lugares.

Os valores mais baixos em Goiânia foram encontrados em postos nos setores Pedro Ludovico (R$ 6,59) e Aeroviário (R$ 6,61), de acordo com os registros do aplicativo Economia Online, da Secretaria da Economia do Estado de Goiás.

Já em Aparecida, o preço mais baixo para a gasolina foi de R$ 6,79.

Em Anápolis, pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) indicou que a gasolina mais em conta na cidade foi encontrada por R$ 6,56, no bairro Jundiaí.

Em seguida, está um posto localizado no bairro JK Nova Capital, vendendo o produto a R$ 6,57.

O congelamento nos preços, válido desde o dia 1º de novembro, deve vigorar até o dia 31 de janeiro de 2022.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que os valores que ultrapassarem o valor mínimo não terá a incidência do ICMS, barateando assim o custo do insumo no estado.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.