Investigação sobre assassinato de empresário em boate de Goiânia segue em sigilo, mas já há suspeito

Reportagem do Portal 6 esteve no local durante a tarde e conversou com comerciantes e trabalhadores que estiveram na rua durante a movimentação policial

Augusto Araújo -
Empresário Luís Roberto Chistichine foi morto frente a loja no setor Marista, em Goiânia. (Foto: Augusto Araújo / Portal 6)

A calçada lavada, com rastros de sangue, é o que sobrou após um assassinato que chocou o setor Marista, bairro nobre de Goiânia, na madrugada desta segunda-feira (22).

Luís Roberto Chistichine, empresário de 29 anos, estava saindo de uma boate com a namorada e foi buscar o carro estacionado na rua. Quando entrou no veículo, o rapaz foi alvejado por seis disparos.

A reportagem do Portal 6 esteve no local durante a tarde e conversou com comerciantes e trabalhadores que estiveram na rua durante a movimentação policial.

Um funcionário da construção civil afirmou que a via ficou bloqueada até por volta de 10h, enquanto os peritos ainda analisavam o ambiente do crime. As os agentes das polícias Civil e Científica chegaram ao local às 04h da madrugada.

Luís Roberto não tinha antecedentes criminais e, por enquanto, a Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) prefere não falar sobre as apurações sobre o crime.

Informalmente, os agentes policiais que atuam no caso sustentam que o ex-marido da namorada da vítima seria o responsável pelo assassinato. Essa pessoa em questão possui histórico violento e não teria aceitado final do relacionamento há três meses.

Imagens de câmeras de segurança divulgadas pelo site A Redação mostram o suspeito saindo do carro, em local próximo de onde aconteceu o homicídio.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.