Anápolis quer levar Saneago à Justiça para obrigar empresa a entregar documentos

”Nos foi prometido a construção de um reservatório, obra que não sai do papel, então precisamos acompanhar todas as providências correspondentes”, afirmou presidente da ARM

Caio Henrique -
Saneago em Anápolis. (Foto: Daniel Oliveira)

A falta de água em Anápolis, especialmente no período de estiagem, vem sendo há tempos uma das maiores preocupações dos moradores do município.

Agora, porém, o problema deixou de ser visível apenas na seca das torneiras e passou a aparecer também na esfera pública.

Isso porque a Agência Reguladora Municipal (ARM), responsável por garantir a manutenção do contrato da Saneago junto à Prefeitura, pode até mesmo entrar na Justiça contra a empresa.

PublicidadePublicidade

A motivação seria o atraso e “descaso” da companhia no envio de algumas documentações, referentes à construção de um novo reservatório do sistema Piancó – que garante grande parte do fornecimento de água na cidade.

O presidente da ARM, Robson Torres, afirmou que o órgão busca contato com a empresa há meses, mas não conseguiu o retorno esperado dentro das atribuições.

Em entrevista ao Portal 6, ele destacou que a Saneago pediu um adiamento do prazo de envio dos documentos no final de novembro, que foi interpretado como algo “ilógico” pela agência.

“Nós negamos, pois entendemos que não custa nada eles encaminharem as cópias para nós. Inclusive, demos a oportunidade de enviarem cópias eletrônicas e até disponibilizamos um funcionário para isso, cabendo a eles, tão somente, a separação dos processos”, disse.

À reportagem, Robson também detalhou que já determinou ao setor jurídico que, caso se prove necessário, o caso seja levado à Justiça, para garantir a exibição dos documentos e o cumprimento dos prazos.

“Nós é que somos os gestores do contrato e eles quem prestam os serviços de saneamento em nome do município, devendo cumprir com perfeição e maestria o estabelecido, dentro dos prazos estabelecidos”, reiterou.

“O objetivo da ARM é assegurar benefícios ao povo anapolino. Nos foi prometido a construção de um reservatório no Piancó, obra que não sai do papel, então precisamos acompanhar de perto todas as providências correspondentes”, acrescentou o presidente.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.