Surto de gripe H3N2 obriga Ministério da Saúde a enviar equipe para Rio Verde

Município do Sudoeste goiano é o mais afetado pela nova cepa que começa a se espalhar pelo estado

Augusto Araújo -
Fotos aéreas da cidade de Rio Verde localizada em Goiás. (Foto: Reprodução/ Youtube)

Uma equipe do Ministério da Saúde (MS) foi deslocada para Rio Verde, município no Sudoeste Goiano, nesta terça-feira (21), tendo em vista o surto da gripe H3N2 na cidade.

De acordo com a  Secretaria Estadual de Saúde (SES) a visita dos técnicos foi um pedido da pasta,  para apoio e capacitação dos técnicos da Superintendência de Vigilância em Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Verde.

O município é o que mais acumula casos de Influenza A H3N2 em todo o Estado, com 15 contaminações confirmadas até o dia 20 de dezembro, sendo 14 de residentes e um viajante do Maranhão.

PublicidadePublicidade

Goiânia vem na sequência com 12 casos verificados. Aparecida, Anápolis, Caçu, Catalão, Porangatu e Trindade foram outras cidades do Estado que também registraram contaminações pela H3N2, totalizando 32 ocorrências em Goiás.

A SES reforça que os mesmos protocolos de segurança voltados para o combate à Covid-19 são necessários para conter o vírus da gripe.

Além disso, a pasta reforça a importância da busca da vacina contra a Influenza A, disponível nos postos de saúde nos municípios goianos. “A cobertura vacinal contra a Influenza no Estado está em 73%”, destaca.

O órgão de saúde orientou que, em caso de sintomas gripais como febre, tosse e coriza, deve-se procurar atendimento médico.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.