6 segredos que os motoristas de ônibus guardam a 7 chaves para você não saber

Alguns itens dentro dos veículos deixam curiosidades nos passageiros sobre suas funcionalidades

Anna Júlia Steckelberg -
6 segredos que os motoristas de ônibus guardam a 7 chaves para você não saber
Para ser motorista de ônibus é necessário fazer ao menos um curso. (Foto: Reprodução)

O sistema de transporte público no Brasil, infelizmente, está longe de ser ao nível de primeiro mundo. E para quem depende dele todos os dias sabe da precariedade que passageiros e motoristas de ônibus vivenciam.

Mas já passou na sua cabeça quais são os mistérios por detrás desses baús de quatro rodas? Acompanhe!

6 segredos que os motoristas de ônibus guardam a 7 chaves para você não saber:

1. Alavanca de emergência

Vamos começar pela alavanca de emergência que todo mundo já sentiu vontade de accioná-la, ao menos uma vez na vida.

Saiba que para usar o mecanismo, basta romper o lacre que protege a alavanca. Feito isso, puxe a alavanca para baixo.

Nesse momento, as janelas serão liberadas, assim, dá para empurrar cuidadosamente as janelas para fora e sair do veículo.

2. Linhas

Talvez você não saiba, mas entre os motoristas dos ônibus há uma diferença entre as linhas.

As linhas semidiretas, o embarque e o desembarque são feitos no início e no final da linha, em estações rodoviárias e em um reduzido número de paradas intermediárias.

Enquanto as diretas, efetua-se o embarque e desembarque apenas na origem e no destino da linha.

3. Linha radial

Essa daqui é uma linha mais perigosa e arriscada, conhecida entre os motoristas.

A linha radial é uma linha que liga um bairro, geralmente periférico, ao centro da cidade. Esse tipo de linha percorre grandes avenidas e possui uma alta demanda.

4. Degraus

Já se perguntou o porquê de existir degraus dentro de um ônibus?

A verdade é que eles estão ali para facilitar a visualização e evitar tropeços, que podem ocasionar quedas.

5. Espelhos

Outro item dentro dos ônibus que causa muita curiosidade são os espelhos circulares.

Eles estão ali para evitar acidentes ao fechar as portas, pois fornecem uma visualização mais precisa das portas ao motorista.

6. Segurança

Por último, já se perguntou qual seria o lugar mais seguro dentro do ônibus?

Bom, claro que não dá para afirmar isso, ainda mais porque depende muito do acidente.

Mas, no geral, evite as primeiras e últimas filas. Em caso de acidente o melhor é estar o mais longe possível do ponto de colisão.

De fato, os assentos mais seguros são aqueles que têm uma outra fila na frente, que em caso de acidente atua como uma barreira, impedindo que o passageiro seja jogado longe. Os assentos menos recomendados são aqueles localizados na primeira fileira.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade