Animal é condenado pela Justiça após chifrar mulher até a morte

Família da vítima também receberá uma indenização

Gabriella Licia -
Cabra foi condenada a três anos de prisão. (Foto: Reprodução)

A Justiça do país Sudão do Sul determinou a prisão de uma cabra após o animal matar uma mulher com chifradas e o caso viralizou no mundo todo.

Adhieu Chaping tinha 45 anos quando acabou atacada pelo mamífero feroz. Ela foi atingida no peito e nas costelas várias vezes e não resistiu aos ferimentos graves.

Diante da tragédia, o animal precisou ser condenado à prisão em uma delegacia por três anos e, ao término da sentença, será doado à família da vítima.

“A mulher morreu imediatamente. Nosso papel como polícia é dar segurança e separar as lutas. A cabra foi apreendido e atualmente está sob custódia em uma delegacia em Maleng Agok Payam”, disse Elijah Mabor Makuach, porta-voz da polícia, à rádio Eye.

No acordo estabelecido entre o proprietário da cabra e os parentes de Adhieu, além da cabra, o dono do animal violento terá de entregar mais cinco vacas como indenização à família de Adhieu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.