57 mortes suspeitas por dengue serão investigadas em Goiás

Diante do cenário alarmante, uma força-tarefa foi criada para acelerar as investigações

Isabella Valverde Isabella Valverde -
Agente de saúde vistoriando criadouro da dengue em Goiânia. (Foto: Secom)

Goiás se encontra em estado de alerta, com a explosão de casos de dengue que vem sendo registrados ao longo de 2024. Conforme o último boletim emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), 57 mortes suspeitas serão investigadas em Goiás.

Atualmente, já foram confirmados 31 óbitos pela doença em território goiano, o que acende a preocupação das autoridades.

Diante deste cenário, uma força-tarefa foi criada pelo governo de Goiás com o intuito de acelerar a investigação dos óbitos causados pela enfermidade.

Desenvolvida por meio da SES, a ação ainda investigará os casos de dengue e chikungunya registrados no estado.

Apenas neste ano, Goiás já teve mais de 33 mil casos confirmados, além de mais de 78 mil notificações. Comparando com 2023, apenas nestes primeiros meses de 2024, o aumento foi de 213%.

Dezenas de municípios goianos já se encontram sob estado de emergência pelos altos índices de infecção, enquanto o restante está em alerta.

Goiânia (8762), Anápolis (8068), Luziânia (5591), Aparecida de Goiânia (4494), Jataí (3992), Novo Gama (3200), Águas Lindas de Goiás (2974), Valparaíso de Goiás (2599) e Rio Verde (2558) se destacam como as cidades com mais casos parciais, conforme dados do painel da dengue.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade