PublicidadePublicidade

DGAP volta atrás e reconhece erro na soltura de presos em Anápolis

Dupla estava detida há pouco tempo e confessou participação em assassinatos

Da Redação -
(Foto: Reprodução)

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) anunciou na tarde desta quinta-feira (07) que vai apurar em que circunstâncias aconteceu a soltura de Jeferson de Andrade Godói, de 24 anos, e Gustavo da Luz Faria, de 20 anos.

A dupla, que confessou ter participado de diversos crimes, como homicídios e latrocínio, foi colocada em liberdade na última segunda-feira (04) e, na ocasião, o órgão confirmou por meio de nota que todo o procedimento ocorreu dentro da legalidade.

Essa afirmativa, no entanto, foi refutada pela Polícia Civil (PC), que explicou que as liberações aconteceram sim de forma equivocada e os dois estão novamente hospedados na cadeia pública de Anápolis.

PublicidadePublicidade

“Eles foram soltos por um alvará de soltura referente a outro processo, não em relação ao nosso homicídio. Devia ter sido observado esse detalhe. No mesmo dia a Polícia Militar (PM) levou de volta o Gustavo e, na data de ontem (06), em conversa com a família e o advogado do Jeferson, conseguimos colocar a mão nele de novo”, explicou o delegado Wlisses Valentim, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH).

Conforme a DGAP, o objetivo da apuração será aplicar as sanções disciplinares legais aos responsáveis pela “soltura indevida de dois presos”.

Veja na íntegra

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informa que um procedimento administrativo na Corregedoria Setorial do órgão vai apurar as circunstâncias da soltura indevida de dois presos, no Centro de Inserção Social (CIS) de Anápolis, que ocorreu nesta segunda-feira, 04/11, para a posterior aplicação de sanções disciplinares legais aos responsáveis.

A DGAP informa também que os dois sentenciados envolvidos na ocorrência já se encontram no CIS de Anápolis.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade