Portal 6

Mãe e filho tentaram salvar um gatinho e foram alvos de tiro do vizinho

(Foto: Danilo Boaventura)

PM teve de ser acionada e todos precisaram ser levados para Central de Flagrantes de Anápolis

Um caso complicado foi registrado na Central de Flagrantes de Anápolis nesta sexta-feira (08). É que uma mulher e o filho dela, de 15 anos, por pouco não levaram um tiro de um vizinho, em Goianápolis.

Consta nos registros policiais que a vítima chegou em casa por volta de 19h30 e falou para o adolescente que estava preocupada com o gato da família. Isso porque o bichinho fugiu para a construção próxima e estava miando sem conseguir voltar.

Decidida a ajudar o animal de estimação, ela chamou o filho para ir até o local com uma lanterna de celular para que o procurassem.

A casa em construção tem três andares e, como tem medo de altura, pediu ao filho para procurar o gato no terceiro, enquanto olhava pelo segundo.

Neste momento, ouviu um barulho alto de tiro e viu quando o vizinho, dono da construção, apareceu nas escadas apontando uma arma.

“Saí dai se não vou atirar em você. Fala pra ele descer se não vou atirar nele também”, teria dito o homem.

O adolescente correu para abraçar a mãe e, juntos, foram descendo as escadas e explicando que só queriam pegar o animalzinho. Mesmo assim, o vizinho continuou apontando a arma para as costas deles.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e o homem alegou que tem o registro da arma, mas que estava tudo escuro e não viu que se tratava da vizinha, por isso pensou que haviam ladrões no local.

A vítima, no entanto, afirmou que a iluminação da rua clareia os andares superiores da casa e “com toda certeza deu para ver quem estava lá, por isso ele não precisava ter agido de forma truculenta e ameaçadora”.

A mulher disse ainda que o filho ficou traumatizado e o gato continuou preso na construção. O caso deverá ser encaminhado e investigado pela delegacia de Nerópolis.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.