PublicidadePublicidade

Homem invadiu cena de assassinato em Anápolis e PM precisou atirar três vezes

Ele ignorou todos os avisos da corporação e chegou a se aproximar do corpo, que ainda não havia sido recolhido

Da Redação -

Um homem de 50 anos precisou ser preso na madrugada desta quinta-feira (21) após furar o bloqueio policial que protegia a cena do crime que vitimou Marcos Antônio Alves dos Santos, de 48 anos, no Centro de Anápolis.

Consta no Boletim de Ocorrência que os policiais militares estavam no local para preservar as provas do homicídio, quando C. F. S. invadiu o espaço com um veículo e rompeu a fita zebrada usada na sinalização.

O homem também não deu importância para a viatura que estava na via e rompeu a segunda fita, se aproximando do corpo, que ainda não havia sido recolhido.

Em todo o tempo, os agentes deram avisos verbais e foram ignorados. Por isso, uma aspirante teve de sacar a arma e disparar três vezes contra o pneu do carro para fazê-lo parar.

Ao ser abordado, os policiais perceberam que o motorista havia ingerido bebidas alcoólicas. Mesmo assim, C. F. S se negou a assoprar o bafômetro e foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) onde ficou atestada a embriaguez.

Na delegacia, o homem não quis se defender e optou pelo silêncio. Ele apenas confirmou que pagaria a fiança de R$ 2 mil para responder em liberdade pelo processo de dirigir bêbado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade