PublicidadePublicidade

Escândalo das rinhas de pit bulls que parou Brasil tem fortes ligações com Anápolis

Animais que morriam ou ficavam doentes, eram assados para refeição ou incinerados. Delegado contou todos os detalhes

Rafaella Soares -

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (20), a Polícia Civil de Goiás (PC-GO) confirmou que os cães da raça Pit Bull, resgatados em uma fazenda de Anápolis no dia 25 de novembro, possuem ligação com o escândalo da rinha de São Paulo (SP).

De acordo com o delegado Éder Martins, o proprietário da chácara, detido por maus-tratos durante o resgate em Anápolis e que responde o processo em liberdade, foi quem reconheceu o homem preso em São Paulo como sendo o proprietário dos cachorros.

Djoy Paxiuba Oliveira Lucena, de 40 anos, é comerciante e alugava uma casa em Anápolis. Ele viajava constantemente para Mairiporã (SP), na região Metropolitana da capital paulista, para levar os animais para a briga.

Djoy Paxiuba. (Foto: Portal 6)

No local estava em andamento um campeonato, onde visitantes apostavam altos valores pelos cães que tinham mais potencial de vencer. Os animais que morriam ou ficavam doentes, eram assados para refeição ou incinerados.

Na chácara de Anápolis, que já estava alugada para a prática criminosa há pelo menos seis meses, cinco cachorros foram encontrados carbonizados.

Além de Djoy, participava da organização das rinhas um peruano e outro homem, que ainda não tiveram a identidade revelada. O trio pagava junto as despesas dos animais em Anápolis e chegou até levá-los para competir em outros países, como a Republica Dominicana.

Os envolvidos deverão responder por formação de quadrilha, maus-tratos e apostas ilegais.

Veja na íntegra o relato do delegado Éder Martins sobre o caso

https://portal6.com.br/2019/12/18/escandalo-da-rinha-de-caes-de-sao-paulo-pode-ter-ligacoes-com-o-de-anapolis/

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade