Portal 6

Após remoção de ‘abelhas assassinas’, Praça Bom Jesus receberá nova operação

(Foto: Felipe Homsi)

Venenosas, elas são resultado do cruzamento de outras espécies e costuma reagir de maneira mais defensiva a qualquer tipo de perturbação

O Corpo de Bombeiros deverá fazer uma outra remoção de insetos na Praça Bom Jesus, no coração do Centro de Anápolis, na noite desta terça-feira (11).

A medida foi uma solicitação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano, que recebeu queixas de transeuntes que chegaram a ser picados.

Uma caixa de maribondos está colada à bola de decoração natalina que ainda está presa em uma árvore do local.

Durante a manhã, bombeiros militares estiveram na praça e isolaram a área. Para evitar riscos de picadas a seres humanos e animais, a operação de retirada dos maribondos, a exemplo do dia anterior, ocorrerá no período noturno.

Área já foi isolada pelos milirares para a operação noturna. (Foto: Felipe Homsi)

“A captura ocorre à noite por dois motivos. Primeiro porque diminui a possibilidade de pessoas serem picadas e segundo porque esses insetos se aglomeram a noite. De dia eles ficam dispensos”, explicou o tenente Andrade à reportagem do Portal 6.

Caixa de maribondos está colada em bola natalina não retirada de árvore. (Foto: Felipe Homsi)

Perigo

Na segunda-feira (10), o Corpo de Bombeiros executou uma missão mais complexa no local, que foi a retirada de abelhas africanizadas, popularmente conhecidas como ‘abelhas assassinas’.

Esse tipo, que é resultado do cruzamento de outras espécies, além de bastante venenoso, também costuma reagir de maneira mais defensiva a qualquer tipo de perturbação.

“Um perigo para idosos, crianças e alérgicos”, lembrou o tenente.

Segundo o oficial, após a remoção, a prioridade do Corpo de Bombeiros é deixá-las aos cuidados de apicultores parceiros, mas em casos extremos é necessário o extermínio.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.