Portal 6

De base tecnológica, novo distrito industrial de Anápolis espera gerar 10 mil empregos

(Foto: Reprodução)

Área está pronta e Prefeitura afirma que já começou a captar empresas interessadas em se instalarem

Com base nas considerações da audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Parque Ipiranga será redigida a proposta de alteração da Lei Municipal nº 348/2016, incluindo no perímetro urbano de Anápolis a área para a instalação polo industrial municipal.

A localização definida é na região Nordeste da cidade, entre o Parque de Exposições Agropecuárias e a Ala 2 (antiga Base Aérea), próximo ao Ribeirão Piancó. De base tecnológica, o novo distrito industrial abrigará empresas que não geram resíduos ou qualquer tipo de efluente.

“Isto também significa que a mão de obra demandada pelas empresas será altamente qualificada. Por isso, já estamos desenhando, junto com a política municipal de incentivos para as empresas, ações de capacitação avançada para os anapolinos”, afirmou Sóstenes Arruda, assessor especial da Prefeitura de Anápolis.

Segundo ele, a área destinada ao novo distrito já está antropizada, ou seja, não será necessária nenhuma intervenção, como desmatamentos. “Realizaremos a reabilitação ambiental no local: reflorestamento com espécies nativas do Cerrado, árvores frutíferas para favorecer a fauna local”, explicou.

Empregos

A expectativa é que sejam geradas até dez mil novas vagas diretas de emprego no distrito. “A Prefeitura de Anápolis já está em contato com empresas interessadas em se instalarem no local”, informou a Administração Municipal à reportagem do Portal 6.

Para o prefeito Roberto Naves (PP), a escolha do local do novo distrito teve como fator principal a localização porque estará em uma das áreas mais populosas do município, com mais de 50 mil moradores, que, em sua maioria, atravessam a cidade diariamente para trabalhar ou buscar oportunidades de emprego.

“Este distrito industrial vai gerar empregos para toda a cidade sim, mas principalmente para quem mora na grande Recanto do Sol e na Jaiara”, pontuou afirmando que a iniciativa também promete melhorar o trânsito na cidade porque muitas pessoas morando na parte Norte e trabalhando na região Sul, onde fica o DAIA.

Ao Portal 6, a Prefeitura de Anápolis pontuou que, por enquanto, ainda não há uma data para o início das operações no polo, mas a previsão é que isso ocorra ainda no primeiro semestre deste ano após a tramitação do texto que será enviado para apreciação dos vereadores.

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.