Dupla entrou na casa de João de Deus para roubar moedas “raras” e nota em extinção

Polícia Militar só conseguiu achar os suspeitos após notícia de que carro estaria pegando fogo no Parque da Jaiara

Da Redação -

Foram conhecidos nesta sexta-feira (20) mais detalhes sobre a detenção dos suspeitos de roubarem a casa que o médium João de Deus tem na Vila Góis, na região Central de Anápolis.

O pontapé para que isso ocorresse foi o aviso de que um Fiat Uno branco estaria pegando fogo nas mediações do Parque da Jaiara, na região Norte da cidade.

Quando chegaram ao local, os policiais da Força Tática Municipal perceberam que as características do carro coincidiam com as do veículo utilizado para roubo no último sábado (14).

A Polícia Militar  não detalhou como conseguiu chegar ao primeiro suspeito, mas informou que o abordou na residência dele.

O jovem, de 20 anos, não somente confessou o crime como também apontou onde estaria o comparsa, de 35 anos – que posteriormente foi detido com os objetos levados da residência do religioso.

Foram recolhidos um violino, jogo de assar churrasco, um aparelho de rádio, coleções de moedas “raras” e uma nota de R$1 (tirada de circulação em 2010).

Ambos foram encaminhados para o Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) e autuados por roubo. Como o flagrante já havia passado, a dupla foi liberada para responder o processo em liberdade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade