PublicidadePublicidade

Preso em Anápolis o ‘atravessador da Saúde’ por matar padrasto envenenado

Intenção, segundo o Ministério Público, era receber seguro de vida de R$ 500 mil

Da Redação Da Redação -

Conhecido como o ‘atravessador da saúde’ em Anápolis, Edmilson Neves de Souza, de 37 anos, foi preso neste domingo (27) por uma equipe do 28º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

Os agentes estavam em um patrulhamento pelo Residencial Araguaia quando perceberam um VW Gol em atitude suspeita e decidiram fazer uma abordagem.

Bastou uma rápida busca pelo sistema para descobrirem que Edmilson tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio e estelionato, expedido pela comarca de Porangatu.

PublicidadePublicidade

Como já repercutido pelo Portal 6, ele havia sido preso pelo mesmo crime anteriormente. No entanto, estava solto por conta de recursos protelatórios.

Edmilson foi condenado em novembro de 2018 pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) a cumprir 14 anos e 13 dias em regime fechado pelo homicídio qualificado de Manoel Luiz Pereira Gualberto, de 53 anos.

A vítima era padrasto de Edmilson e foi morto envenenado em 2006. Na peça de acusação, o Ministério Público (MP) alegou que ele cometeu o crime para receber um seguro de R$ 500 mil.

Fraude no SUS

Edmilson ficou conhecido, principalmente, após se envolver em um outro escândalo no final de 2018.

Na ocasião, ele foi apontado como responsável de intermediar o pagamento de R$ 10 mil para um médico da Regulação da Prefeitura de Anápolis para conseguir autorização de um procedimento cirúrgico custeado pelo SUS na rede privada.

A fraude teria sido feita a pedido do então vereador Valmir Martins (PTB), de Porangatu, para que o pai colocasse dois stentes no coração.

Outra reportagem publicada pelo Portal 6 mostrou áudios em que o atravessador conta como foi procurado pelo vereador e ameaça entregar a cabeça de mais ‘políticos graduados’ que também estariam envolvidos no esquema.

[jnews_block_3 first_title=”Navegue pelo assunto” include_post=”105643″]

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade