PublicidadePublicidade

O que o Dia dos Pais significa para você?

Professor Marcos Professor Marcos -
(Foto: Reprodução)

O Dia dos Pais tem um sentimento singular para cada pessoa. No Brasil quase um terço da população não possui qualquer vínculo com a figura paterna. Esses dados reafirmam a relação complexa que se constitui entre pais e filhos.

Para o psicanalista Sigmund Freud, o papel paterno é fundante para a consolidação da personalidade e para o futuro da criança. O adulto dependerá da constituição dessas relações para estabelecer sua identidade e construções na vida adulta.

Perdi meu pai ano passado após meses de internações, uma década de zelo, cuidado, afeto e muita correria entre UTI, internações e partilha. Perder o pai é perder o chão. E percebe-se sem a base identitária que exprime segurança. Ainda que isso não seja verbalizado ou colocado.

PublicidadePublicidade

As relações entre países filhos são diversas. Há pais puro acolhimento, afeto, conselhos, amorosidade. Há pais que jamais abraçaram um filho. Todos os protótipos de sujeito também se reproduzem nesse papel.

Ao celebrar essa data que tem forte apelo capitalista entre presentes e propagandas refletimos sobre o papel da paternidade e a necessidade desse compromisso. E essa construção está além da certidão de nascimento. É da ordem da presença. De estar pai. Cadê pessoa tem suas experiências particulares envolvendo a natureza e o contexto de cada família.

Marcos Carvalho é professor, psicólogo e servidor público federal. Atualmente vereador em Anápolis pelo Partido dos Trabalhadores. Escreve todas às terças-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade