5 passos para o emagrecimento e uma atitude decisiva

Ana Teixeira Nutricionista -
emagrecimento
Dietas restritivas e ingerir grandes porções de alimentos calóricos não são recomendáveis para quem busca perder alguns quilos. (Foto: Reprodução)

O emagrecimento é o processo denominado como redução da massa de gordura corporal. Esse processo é decorrente do déficit calórico, que consiste em consumir menos calorias do que o corpo gasta. Quando isso acontece, o corpo utiliza seus próprios estoques energéticos para manter o metabolismo funcionando, e assim acontece a perda de gordura.

Existem algumas estratégias que facilitam esse processo. Estabelecer e programar refeições completas é essencial e evita o mau hábito de beliscar. Além disso, se organizar para ter bons alimentos de fácil acesso contribui para uma rotina de alimentação saudável.

Adicionar uma fonte de proteína em cada refeição contribui para maior saciedade ao longo do dia e pode reduzir episódios de compulsão alimentar. O consumo de proteína também ajuda a manter a massa magra ao longo desse processo.

Uma refeição com maior volume confere mais saciedade, porém, esse volume deve ser obtido por meio de alimentos com baixa densidade calórica, ou seja, poucas calorias em maior porção, por isso, os vegetais devem ser a base das refeições principais.

Fazer uma dieta muito restrita em calorias com o intuito de acelerar o emagrecimento é um erro. O ideal é se movimentar mais e praticar atividade física. Assim o déficit calórico será maior não por estar comendo menos, mas por estar gastando mais calorias.

Emagrecer dormindo pode parecer um sonho, mas não é. Estudos mostram que uma boa noite de sono contribui para a perda de peso, e dormir de 7 a 8 horas por noite ajuda manter níveis adequados de hormônios que podem interferir no emagrecimento, alguns exemplos são, grelina, responsável por estimular o apetite e leptina com função de regular a ingestão alimentar pela sensação de saciedade.

Agora você sabe que o emagrecimento pode ser consequência desses cinco passos, porém, para garantir o déficit calórico é preciso procurar um nutricionista, o único profissional capacitado para fazer uma prescrição dietética.

Ana Teixeira é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e especialista em Nutrição Funcional. Tem consultório próprio em Anápolis e escreve todas as quartas-feiras no Portal 6. Siga-a no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do site.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.