Saiba o que está impedindo o avanço do 5G em Goiânia e veja quais bairros já têm a tecnologia

Segundo cronograma da Anatel, operadoras têm até 31 de julho para ampliar a conectividade nas capitais

Emilly Viana -
Tecnologia deve estar disponível em breve no estado. (Foto: José Paulo Lacerda / CNI)

A ampliação do 5G em Goiânia segue sem data para acontecer. A tecnologia depende do licenciamento das antenas de transmissão, que são diferentes das que compõe o atual sistema de telefonia e precisam de uma atualização na lei de uso do solo para serem implantadas.

Ao Portal 6, a Conexis Brasil Digital, que reúne as empresas de telecomunicações e de conectividade, informou que as operadoras estão preparadas para ligar o 5G assim que for liberado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O cronograma da Anatel aponta que as companhias são obrigadas a levar a nova tecnologia a todas as capitais até 31 de julho. Além disso, é necessário implantar, no mínimo, uma antena para cada 100 mil habitantes.

Para a expansão, a Conexis argumenta que é preciso ter “condições físicas”. A medida inclui, destaca a associação, condições de instalar infraestruturas essenciais como antenas.

A entidade aponta, ainda, que na maioria das cidades brasileiras, incluindo Goiânia, as prestadoras ainda enfrentam dificuldades para o licenciamento por causa de leis de antenas desatualizadas e em desacordo com a Lei Geral de Antenas.

No caso da capital goiana, é preciso que a Prefeitura de Goiânia encaminhe à Câmara Municipal um projeto de lei que altere a legislação. Uma proposta de autoria do vereador Lucas Kitão (PSD) chegou a ser avaliada pelos vereadores, mas foi rejeitada e arquivada.

A ação implica na responsabilidade do Paço enquanto autor de um novo conjunto de mudanças, uma vez que projetos arquivados só podem ser reapresentados no ano seguinte.

Nós entramos em contato com a Administração Municipal para um posicionamento a respeito da questão, mas não houve resposta até o fechamento desta edição. O espaço segue aberto para manifestação.

Bairros contemplados

Até esta segunda-feira (27), apenas os setores Pedro Ludovico, Bueno, Nova Suíça, Cidade Jardim, Marista, Coimbra e Jardim América são contemplados com a cobertura móvel. A informação consta em mapa atualizado pelo site nPerf.

A ferramenta é direcionada principalmente para operadoras e inclui estatísticas de desempenho da internet de todas as empresas. Além disso, a plataforma disponibiliza informações sobre o acesso a resultados de testes de velocidade e dados de cobertura móvel.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.