Portal 6

Como escolher uma boa peça de picanha para assar?

A picanha é sem dúvidas a carne mais cobiçada, esperada e valorizada nos churrascos brasileiros. Um bom churrasco necessita daquela picanha suculenta e que dá água da boca só de olhar.

No entanto, não é apenas a carne e o preparo em si que a faz ser tão saborosa. A escolha de uma boa peça é fundamental no sucesso do seu churrasco. Neste artigo mostraremos algumas dicas úteis para te auxiliar na hora de escolher uma picanha.

Primeiramente é importante saber a origem da picanha que você irá adquirir. Procure um açougue de confiança que tenha um bom fornecedor e comercialize carnes de primeira. É interessante que a peça seja gordinha, mas não tanto.

Procure sempre as peças que apresentarem faixas de gordura uniformes, de mais ou menos um centímetro de espessura e que cubra a carne sem falhas. Observe durante o corte se a gordura dela está macia ou apresentando resistência, porque se estiver muito dura ao passar da faca é um sinal de que a carne é velha e irá demorar a assar.

Por se tratar de uma pequena parte do animal, a picanha apresenta peças relativamente pequenas. Se houver uma muito grande, é bem provável que exista um outro tipo de carne atrelada à ela, afinal ela deve ter no máximo 1,2kg, além de um palmo de largura.

Ela deve ser macia e se você apertar com os dedos deve dar uma pequena afundada na região, caso isso não aconteça é sinal de que está velha ou não é de fato picanha.

O tom da carne também ajuda, porque ela apresenta um vermelho menos intenso e mais rosado, havendo alguns pedaços mais claros ainda, chegando a ser quase brancos.

Quando já está com a peça em mãos, pode-se observar quanto tempo leva para assar, afinal ela assa mais rapidamente por fora, ficando douradinha por dentro ou até mesmo um pouco crua.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.