PublicidadePublicidade

Prisão preventiva de João de Deus pode sair nas próximas horas

Advogado do médium também negou que ele tenha saído de Anápolis, onde mora, e viajado para São Paulo

Da Redação Da Redação -

O médium João de Deus corre o risco de ser preso ainda nesta quinta-feria (13) após a tentativa dele em continuar atendendo na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

No final da tarde de ontem (12) dois promotores protocolaram o pedido de prisão preventiva contra o religioso.

Segundo Ministério Público de Goiás (MPGO), mais de 200 denúncias por abuso sexual supostamente praticadas pelo médium contra mulheres e adolescentes já foram recebidas pelo órgão em menos de uma semana.

PublicidadePublicidade

Alberto Toron, advogado de João de Deus, disse já ter ‘reafirmado oficialmente às autoridades que seu cliente segue à disposição da Justiça para quaisquer esclarecimentos’. Ele também negou que o cliente tenha saído de Anápolis, onde mora, e viajado para São Paulo.

O pedido está sendo apreciado pelo juiz Fernando Chacha, responsável pela comarca de Abadiânia.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade