PublicidadePublicidade

Entenda como foi a atuação de PM’s em abordagem a carro de Geli

Vereadora e vice na chapa de Antônio Gomide, ela se manifestou em nota enviada ao Portal 6

Caio Henrique Caio Henrique -

Vem ganhando forças neste final de semana, especialmente em grupos de WhatsApp, relatos de uma abordagem policial realizada na última segunda-feira (16), na Avenida Pinheiro Chagas, localizada no Jundiaí, bairro nobre da região Central de Anápolis.

A súbita notoriedade, porém, não pode ser atribuída ao motivo da ocorrência, que foi o uso de telefone celular ao volante, mas sim à pessoa abordada e as repercussões que o caso ganhou.

Isso porque a vereadora Geli Sanches (PT), também candidata a vice-prefeita pela chapa de Antônio Gomide, foi o alvo da parada e, a partir do momento que o episódio se tornou público, muito tem se falado.

PublicidadePublicidade

O Portal 6 conseguiu acesso integral ao registro policial, que narra os acontecimentos do episódio do ponto de vista dos PM’s que realizaram a abordagem.

Lá, eles especificam como fizeram a aproximação após perceber que Geli segurava o telefone junto ao ouvido enquanto dirigia e que, mesmo com a presença dos policiais, ela terminou a ligação que estava em andamento.

No boletim de ocorrência, os membros da guarnição também documentaram que, após informarem que a vereadora seria notificada pelo episódio, ela disse “já estar conversando” com o comandante do 3º Comando Regional de Polícia Militar (CRPM), fato que foi encarado como uma intimidação pelos militares.

Outro lado

Procurada pela reportagem do Portal 6, a assessoria de imprensa da parlamentar e candidata enviou a nota que pode ser lida na íntegra a seguir.

“Reafirmo meu respeito pela Polícia Militar do Estado de Goiás e meu compromisso enquanto cidadã . Não são verdadeiros os fatos como narrados na matéria publicada no blog Anápolis Notícias neste final de semana. Estão, nesse momento, tentando explorar o caso politicamente dentro do processo eleitoral.”

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade