6 alimentos que toda mulher grávida deve evitar

Gestação é um período que requer uma alimentação saudável e muito rica

Anna Júlia Steckelberg -
6 alimentos que toda mulher grávida deve evitar
Consumo de bebidas com cafeína por gestantes também deve ser limitado. (Foto: Reprodução)

Todo mundo sabe que ter um bebê se formando no útero de uma pessoa requer energia, vitaminas e minerais. Por isso, as mulheres necessitam de uma alimentação saudável e muito rica! Porém, há alguns alimentos que toda grávida deve evitar ou ter cuidado ao consumi-los para não contrair doenças associadas às bactérias que nelas habitam. Veja:

6 alimentos que toda mulher grávida deve evitar 

1. Queijos 

Primeiramente, alguns tipos de queijos cremosos com revestimento externo deve-se evitar. Por exemplo, o camembert ou o chévere. Porém, se cozidos em altas temperaturas pode-se consumi-los. Além disso, o mesmo se aplica a certos tipos de queijos azuis. Como, roquefort ou gorgonzola.

PublicidadePublicidade

Basicamente, o problema com essa variedade de alimentos está na umidade maior do que um queijo maduro. Portanto, são mais propensos a acumular bactérias, que causam a listeriose, uma infecção que pode causar aborto espontâneo, natimorto ou mal-estar do recém-nascido.

2. Peixe

Em seguida, deve-se limitar ou eliminar o consumo de peixes com altas concentrações de mercúrio em seu interior! Por exemplo, o atum, pois pode causar danos ao desenvolvimento do feto.

3. Carne crua

Além disso, as grávidas podem comer carne de vaca, porco ou frango. Mas o importante é que seja bem cozinhada, sem vestígios de partes rosadas ou de sangue! No geral, isso impede que você contraia toxoplasmose, uma infecção que pode causar um aborto espontâneo.

4. Interiores

Enquanto isso, o fígado deve-se evitar na dieta de mulheres grávidas. Embora seja muito nutritivo, esse interior e seus derivados contêm níveis de vitamina A, que não recomenda-se para mulheres grávidas porque podem causar danos. 

5. Ovos não totalmente cozidos

Ademais, deve-se evitar comer ovos crus ou parcialmente cozidos para evitar o contágio de Salmonella. Isso significa que preparações com ovos escalfados, um copo ou ostra não devem ser consumidos antes do parto. 

6. Cafeína

Por fim, o consumo de bebidas com cafeína por gestantes também deve ser limitado. Basicamente, recomenda-se que não ultrapasse 200 mg por dia, o que equivale a duas xícaras de café solúvel. 

Aviso: Este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.