Feios, mas com os mesmos nutrientes!

Ana Teixeira Nutricionista -
(Foto: Reprodução)

O desperdício de alimentos perfeitamente aptos ao consumo, mas jogados fora por estarem amassados, machucados ou fora da validade equivale a R$ 7,1 bilhões por ano, segundo levantamento feito pela Associação Brasileira dos Supermercados (ABRAS).

Do ponto de vista nutricional, não existe perda de nutrientes nesses alimentos. Uma fruta feia, por exemplo, pode vir da mesma planta que uma fruta perfeita. A composição química de um alimento é influenciada pela qualidade do solo e do clima, e não por sua aparência. Por isso, não temos motivos para colaborar com esse desperdício.

Vale lembrar que imperfeito é diferente de impróprio para consumo. Um vegetal imperfeito possui uma aparência diferente, mas não tem nenhuma doença ou contaminação que coloque em risco a nossa saúde.

Para garantir que essas frutas e vegetais estejam adequados para o consumo e com todos os nutrientes presentes é necessário seguir algumas dicas: verificar se estão com a casca intacta e livres de machucados e amassados; conferir se não passaram do tempo, ou seja, não devem estar em estágio de maturação muito avançado e; aferir se apresentam o respectivo cheiro característico.

Ana Teixeira é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Especialista em Nutrição Funcional pelo Instituto VP e Nutrição Esportiva e Obesidade pela Universidade de São Paulo (USP). Tem consultório próprio em Anápolis e escreve todas as quartas-feiras no Portal6. Siga-a no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do site.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.