Casco de barco naufragado no Japão é achado; 14 corpos já foram localizados

Ele foi encontrado a cerca de 100 metros de profundidade por meio de um navio da Força de Autodefesa Marítima

Folhapress -
Barco de turismo que afundou (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – A Guarda Costeira do Japão encontrou nesta sexta-feira (29) o casco do barco de turismo que naufragou no mar que circunda a ilha japonesa de Hokkaido, no sábado (23), segundo a emissora de rádio e televisão pública do país, a NHK.

O casco do Kazu I foi encontrado a cerca de 100 metros de profundidade por meio de um navio da Força de Autodefesa Marítima, que identificou a embarcação graças a um trabalho de buscas envolvendo imagens submarinas.

No total, 26 pessoas estavam no barco quando ele naufragou -U24 passageiros, incluindo duas crianças, e dois tripulantes. Até ontem, 14 tiveram o corpo encontrado pelas autoridades, tendo sido declaradas como mortas em seguida, segundo a NHK. Os trabalhos de busca ainda seguem.

O navio afundou na altura da península de Shiretoko, conhecida pelas paisagens naturais e a vida silvestre e declarada como um Patrimônio Mundial pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 2005

De acordo com a NHK e autoridades locais, a tripulação do Kazu I conseguiu avisar a Guarda Costeira sobre o fato de a embarcação estar afundando, devido ao fato de a água estar invadindo o barco, por volta das 13h (horário local) do último sábado.

A tripulação também chegou a dizer que todos os presentes na embarcação estavam fazendo uso de coletes salva-vidas.

Na ocasião do naufrágio, porém, as águas estavam frias e agitadas, e também ventava muito, diminuindo as chances sobrevivência.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.