Aposentados podem solicitar 25% de adicional no benefício; veja quem tem direito

Até mesmo aqueles que já ganham o valor máximo do INSS podem estar aptos para o acréscimo no pagamento mensal

Isabella Valverde -
Aposentados podem solicitar 25% de adicional no benefício; veja quem tem direito
(Foto: Reprodução)

Os aposentados por invalidez do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem possuir o direito de solicitar cerca de 25% de adicional no valor mensal do benefício.

Após a Reforma da Previdência, a aposentadoria por invalidez passou a ser vista como um benefício oferecido para pessoas que possuem incapacidade permanente. Ou seja, que estão permanentemente impedidos de realizar o trabalho e se bancar, ou até que possa comprovar uma reabilitação profissional.

Até mesmo o beneficiado que recebe o valor máximo do INSS, que atualmente está em R$ 6.433,57, pode estar apto a receber o adicional de 25%.

Por exemplo, no caso do aposentado que ganha apenas o salário mínimo de R$ 1.100, com o aumento passaria a contar com R$ 1.375 por mês.

Aposentados podem solicitar 25% de adicional no benefício; veja quem tem direito

Atualmente, o benefício adicional é garantido apenas para os aposentados por invalidez do INSS que necessitem da auxílio de uma outra pessoa para conseguir realizar as atividades cotidianas.

Porém, para que possa receber é preciso antes agendar uma perícia no site Meu INSS, no próprio aplicativo que recebe o mesmo nome, ou pelo telefone 135.

Na data agendada, o aposentado passará por uma avaliação dos peritos médicos do instituto e deve apresentar os documentos pessoais e os laudos médicos do responsável pelo tratamento que apontem a incapacidade.

Demais aposentadorias 

Mesmo existindo uma discussão na Justiça desde 2018 para que esse extra possa valer também para as demais aposentadorias, o adicional segue restrito apenas para uma parcela específica.

Em agosto de 2018, o Superior Tribunal de Justiça chegou a realizar a ampliação do direito adicional. Porém, em dezembro a Advocacia Geral da União (AGU) solicitou a suspensão sob alegação de que a decisão estaria causando impactos nos cofres públicos.

O pedido da União foi atendido pela primeira turma do Supremo em 2019, acabando assim com o benefício para as demais aposentadorias.

No entanto, os segurados que também desejam receber o adicional podem entrar com uma ação e receber a parcela assim que o direito for novamente reconhecido.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade