PublicidadePublicidade

Confusão por esmalte nas unhas de criança terminou com pai no IML e mãe na delegacia

Toda a violência só teria sido controlada depois que um vizinho apareceu para intervir

Da Redação Da Redação -
(Foto: Gabriella Lícia)
PublicidadePublicidade

Uma jovem de 28 anos precisou acionar a Patrulha Maria da Penha nesta quarta-feira (24) para denunciar uma confusão registrada na porta da casa dela, na Cidade Universitária, em Anápolis.

Ela já estava na Delegacia da Mulher para fazer um Boletim de Ocorrência e contou para os militares que tudo teria começado quando o ex-namorado foi até a residência para buscar a filha do casal, de três anos, e viu um bilhete pedindo para retirar o esmalte da unha da criança.

O homem, que tem 45 anos, teria se revoltado e começado a agredir a antiga sogra, de 58 anos, que segurava a filha dele no colo.

PublicidadePublicidade

A jovem alega ter entrado no meio para afastar o ex de perto da mãe e também ter sido atacada com socos, tapas e diversos xingamentos. Toda a agressão só acabou quando um vizinho apareceu para intervir.

Os policiais militares, depois de escutar a versão da vítima, foram informados de que o homem estaria no Instituto Médico Legal (IML) realizando corpo de delito.

Isso porque ele afirma que teria sido o verdadeiro agredido da história e que já havia até realizado uma denuncia no 5º Distrito Policial.

Os dois foram encaminhados para a Central de Flagrantes e o caso foi registrado como lesão corporal dolosa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade