PublicidadePublicidade

Diálogos para a Retomada Econômica começam a dar resultados

Amilton Filho Amilton Filho -
(Foto: Divulgação/Alego)

A retomada econômica é uma realidade em Goiás. Por ser tema complexo, com vários desdobramentos peculiares a cada área de atuação, temos nos desdobrado para atender o maior número de segmentos com o objetivo de facilitar a vida do empreendedor, do comerciante, do empresário goiano. Como parlamentar, cumpro a missão de ser um agente de diálogo e uma ponte para a aproximação entre a sociedade Poder Executivo.

Este é, inclusive, o objetivo da Frente Parlamentar para a Retomada Econômica: levar os anseios da população economicamente ativa para o debate na Assembleia Legislativa e, a partir daí, elaborar requerimentos e leis que possam ajudar o Governo de Goiás a ajudar os empresários e proteger milhares de empregos em Goiás.

Somente nos últimos dias, estivemos de cidades de diferentes portes, como Rianápolis, São Patrício, Abadiânia, Nova América, Nerópolis e realizamos uma série de encontros em Anápolis. Este é um trabalho que ainda está no começo dada a sua abrangência, mas já conseguimos colher resultados importantes fruto deste diálogo. Esta semana apresentamos diversos projetos que visam a atender segmentos estratégicos. Defendemos na Assembleia, por exemplo, uma forma mais eficaz de coibir o desvio de recursos públicos destinados à Saúde durante a pandemia.

PublicidadePublicidade

Queremos aumentar as penalidades dos agentes públicos que se envolverem em esquemas ilegais. Assim, conseguiremos dar plenitude aos investimentos e esperar pelo seu retorno. Afinal, o dinheiro investido na Saúde – em grande monta – alimenta a cadeia economia de uma importante rede de trabalho de prestadores de serviço, empresas ligadas a insumos e afins. Este projeto já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e deve ser colocado para debate em plenário para virar Lei.

Outras propostas frutos deste trabalho de intenso diálogo visam a prorrogação de tributos cobrados como um incentivo para aliviar a carga de compromissos do setor produtivo do Estado. Outro projeto prevê que a Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) conceda, temporariamente até 2022, a isenção para abertura de cooperativas junto ao órgão estadual. Assim, vamos encorajar a abertura de novos negócios seguindo o modelo cooperativista.

Por fim, propomos na Assembleia Legislativa que a Secretaria Estadual de Agricultura firme convênio com a Emater com o objetivo de adquirir a produção da Agricultura Familiar e dê destinação para a Merenda Escolar. Quero reafirmar todo o meu apoio para fomentar a agricultura familiar e o desenvolvimento socioeconômico dos agricultores. Acredito que, nesta direção, poderemos ainda dar mais qualidade na alimentação.

Seguiremos trabalhando, intensificando ainda mais a nossa agenda, aumentando nossas visitas e reuniões. Temos recebido o apoio de colegas deputados para esta missão, o que só reforça a sua importância para o momento que atravessamos. Com os demais parlamentares, pensaremos em ações conjuntas para o desenvolvimento econômico do nosso estado, com geração de emprego e renda para a nossa população.

Amilton Filho é advogado e deputado estadual pelo Solidariedade. Escreve todas às quartas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade