6 passos que todo jovem que quer começar a trabalhar pode seguir para se dar bem

Fizemos uma lista com dicas para entrar com mais tranquilidade no mercado profissional

Augusto Araújo -
6 passos que todo jovem que quer começar a trabalhar pode seguir para se dar bem
Taxa de desemprego teve leve aumento em Goiás no início do ano. (Foto: Rodrigo Estrela/Prefeitura de Aparecida de Goiânia)

Entrar no mercado profissional pode ser uma experiência complicada e até mesmo assustadora para o jovem que quer começar a trabalhar.

Afinal, é um novo horizonte a ser explorado e o pouco conhecimento a respeito de como funcionam as coisas nesse espaço.

Sendo assim, nós listamos algumas dicas para que você, que está começando a embarcar nesse oceano, não fique perdido e se dê bem ao procurar uma carreira. Confira!

6 passos que todo jovem que quer começar a trabalhar pode seguir para se dar bem

1. Aprendiz Legal 

Para começar, o Aprendiz Legal é um programa voltado justamente para a preparação e inserção de jovens no mundo do trabalho.

Além disso, a iniciativa faz parte da Lei da Aprendizagem, que tem como objetivo combater a evasão escolar e o trabalho infantil.

Dessa forma, podem participar  jovens de 14 a 24 anos incompletos que estejam cursando o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio. No entanto, a idade máxima não se aplica a aprendizes com deficiência.

2. Sites para achar vagas

Na sequência, existem diversas plataformas online onde os interessados podem procurar por vagas de trabalho e estágio.

Sendo assim, opções como o LinkedIn, Catho, Trabalha Brasil, dentre várias, podem ser grandes ajudas para você que quer encontrar o primeiro emprego.

3. Cursos de qualificação

Além de procurar por trabalho, é importante que o interessado aprimore suas habilidades, para ter um currículo mais atraente..

Assim, existem inúmeros cursos, presenciais ou online, que oferecem uma oportunidade para o desenvolvimento das suas aptidões.

Dessa forma, existem até sites públicos que oferecem opções gratuitas de aprendizado, como o “Escola Virtual do Governo”, “Instituto Legislativo Brasileiro” e “Todos por Todos”.

4. Preparar currículo

Por falar em currículo, é fundamental ter uma boa apresentação de suas habilidades, cursos realizados e experiências anteriores.

Nesse sentido, existem plataformas que oferecem modelos do documento, das formas mais variadas possíveis. Uma alternativa gratuita e muito prática é o site Canva.

5. Realizar testes vocacionais 

No entanto, não adianta procurar por vagas, se qualificar e preparar um currículo se você não tem um foco de carreira ou não gostar do emprego onde você entrar.

Sendo assim, na internet é possível encontrar várias opções de sites que, através de um questionário, conseguem apontar caminhos que fazem mais sentido com seus interesses e habilidades.

É só dar uma rápida pesquisada em um site de pesquisas (como o Google, Yahoo, Bing) que vão aparecer incontáveis páginas especializadas, com opções gratuitas para a testagem.

6. Networking 

Por fim, essa dica é fundamental para quem está começando em uma área ou quer progredir dentro dela. Apesar do nome estrangeiro difícil, networking é um conceito simples: crie uma rede de contatos.

Assim, você poderá ficar melhor informado a respeito de oportunidades de cursos, vagas de emprego e novidades relacionadas ao seu mercado de trabalho.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.