Tentaram colocar fogo no cabelo de jovem em colégio estadual

Rapaz também foi espancado por dois colegas de classe. Policia Civil deve investigar o caso

Augusto Sobrinho -
Estudante foi vítima de bullying no Colégio Estadual José Valente, em Nerópolis. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um jovem, de 18 anos, precisou recorrer a Polícia Militar (PM), nesta quinta-feira (05), para conseguir acabar com o bullying que sofria de colegas do Colégio Estadual José Valente, em Nerópolis.

Conforme apurado pelo Portal 6, a última agressão contra o estudante foi, durante o intervalo entre as aulas de quarta-feira (04), em que um outro aluno, de 17 anos, tentou diversas vezes colocar fogo no cabelo dele.

Para se defender, ele diz que bateu no colega. Entretanto, outro rapaz, de 19 anos, chegou e começou a espancar vítima, que acabou caindo no chão e recebendo diversos socos e chutes na cabeça e nas costas dos dois agressores.

O jovem ainda relata que durante as agressões não houve nenhuma intervenção de funcionários do colégio, sendo necessário esperar que os meninos parassem de bater para conseguir ir diretoria da escola.

A vítima sofreu diversas escoriações nas mãos, no dorso e na face, além de hematomas no lábio superior, ao redor do olho direito e no dorso.

O episódio foi registrado pelas câmeras de segurança, mas não foi divulgado a imprensa. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade