Governo de Goiás abre 4 mil bolsas da OVG em faculdades e estudantes já podem se inscrever

Benefício também vale para quem cursa Medicina ou Odontologia na rede particular

Karina Ribeiro -
Programa vai beneficiar cinco mil estudantes de baixa renda. (Foto: Aline Cabral)

Até o dia 3 de julho. Esse é o prazo limite para que estudantes universitários em situação de vulnerabilidade social cadastrados no CadÚnico possam se inscrever como novos bolsistas do Programa Universitário do Bem (Probem). Para tanto, os interessados devem acessar o site da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) www.ovg.org.br.

Neste processo seletivo, serão disponibilizadas 4 mil bolsas  – sendo 3 mil parciais e 1 mil integrais.  As bolsas parciais correspondem a 50% do valor da mensalidade limitados a R$ 650. Já as integrais correspondem a 100% do valor da mensalidade, sendo que o teto é de R$ 1.500. Entretanto, as bolsas concedidas aos estudantes que cursam Medicina ou Odontologia têm limites maiores, R$ 2.900,00 para parciais e R$ 5.800,00 para integrais.

Este é o terceiro processo seletivo do ProBem, que atualmente tem 12 mil bolsistas, com beneficiários em 227 municípios goianos, distribuídos em 92 Instituições de ensino superior sediadas em 34 municípios. Os estudantes contemplados nesta seleção receberão o benefício no segundo semestre deste ano.

ProBem

O Programa Universitário do Bem, sancionado pelo Governo de Goiás em janeiro de 2021, tem o objetivo de ampliar a capacidade de atendimento aos mais vulneráveis, trazendo maior segurança ao processo de seleção, elevando o potencial de redução das desigualdades sociais por meio do acesso ao ensino superior, e promovendo o alinhamento às demandas por mão de obra qualificada no Estado de Goiás.

O ProBem destinará parte das quatro mil novas vagas às chamadas profissões do futuro e para aquelas áreas de formação que atendem às demandas por mão de obra em todas as regiões do Estado, além de abrir portas para a qualificação e oportunidade de estágios através do Banco de Oportunidades.

Além de conceder novas bolsas, o Governo de Goiás quitou, em maio, dívida de R$ 76 milhões deixada por gestões anteriores. A quitação do débito, referente a quase um ano de mensalidades com 82 instituições de ensino, foi realizada com um mês de antecedência.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.