PublicidadePublicidade

Alexandre Baldy é preso em nova operação da Polícia Federal

Mandatos de prisão, busca e apreensão estão sendo cumpridos em Goiás, São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro

Avatar Danilo Boaventura -

Atualizado às 08h50 com mais informações

Pertencente aos mesmos controladores do site O Antagonista, a revista Crusoé publicou no início da manhã desta quinta-feira (06) que a Operação Lava-Jato prendeu o presidente goiano do Progressistas e atual secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy.

Essa fase da força-tarefa estaria investigando um conluio entre empresários e gestores públicos para fraudar licitações, especialmente na área da saúde.

PublicidadePublicidade

Além da capital paulista, os mandatos de prisão, busca e apreensão também teriam sido autorizados pelo juiz Marcelo Bretas e executados no Rio de Janeiro, Goiânia e Brasília.

O Portal 6 entrou em contato com a assessoria de imprensa do secretário, que informou revogação da prisão provisória dele já está sendo providenciada.

Em tempo

Ex-deputado federal por Goiás entre os anos de 2015 e 2018, Alexandre Baldy também foi ministro das Cidades durante a Presidência de Michel Temer (MDB).

Antes de ser eleito, chegou a ser secretário de Indústria e Comércio de Goiás durante o terceiro mandato do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade