PublicidadePublicidade

Os detalhes da força-tarefa comandada pelo Exército para receber Bolsonaro em Anápolis

Operação teve início logo cedo e acesso principal do Ceasa precisou ser isolado

Rafaella Soares Rafaella Soares -
Equipes policiais estão nas imediações da igreja. (Foto: Portal 6)

Foi iniciada logo no início da manhã desta quarta-feira (09) uma operação entre as forças policiais e a Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (CMTT) para preparar as ruas de Anápolis para visita de Jair Bolsonaro (sem partido).

O presidente da República deverá chegar na cidade às 14h e se deslocará diretamente para a Church In Connection, na Avenida Brasil Sul, para participar de um culto.

O Portal 6 apurou que a ação para bloquear as vias do município e garantir que Bolsonaro chegue em segurança está sendo comandada por um coronel do Exército integrante da guarda pessoal do chefe de Estado.

Essa medida é um procedimento padrão no país, que precisa ser seguido sempre que um presidente confirma a presença em eventos.

Faixa liberada na Avenida José Sarney para tráfego está com as laterais bloqueadas para evitar que veículos estacionem. (Foto: Portal 6)

Há no local duas viaturas da CMTT, cinco viaturas da Polícia Militar e, nas imediações, equipes do Corpo de Bombeiros.

Assim que chegar no aeroporto de cargas de Anápolis, Bolsonaro deverá pegar a rodovia, em seguida a Avenida Brasil e entrar pela porta de trás do templo religioso. Ele estará com uma escolta particular e outra da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ruas bloqueadas

Todo o quarteirão ao redor da Church In Connection já foi interditado pela CMTT. Três equipes devem ficar no local durante todo o dia para orientar os motoristas sobre ruas alternativas, já que será impossível passar em frente à igreja.

Frente da igreja foi fechada e há estruturas metálicas para evitar tumultos. (Foto: Portal 6)

A principal via de saída do CEASA também foi fechada e todos os trabalhadores que precisarem deixar o espaço terão de passar por ruas laterais à Avenida José Sarney para então acessar a Avenida Brasil.

“O material preparado está direcionado em torno da igreja com isolamento total. Mas não será necessário interromper a Avenida Brasil para não interferir na dinâmica da cidade. A circulação está sendo pensada para também não interferir no pessoal do CEASA e nos atacadistas que estão no entorno”, afirmou Igor Lino, diretor da CMTT, ao Portal 6.

Principal via de saída do CEASA foi fechada. (Foto: Portal 6 )

Como a interdição pegou muitos motoristas de surpresa e há faixas que proíbem o estacionamento nas proximidades, o trânsito acabou ficando lento nas imediações.

Com rua interditada, trânsito ficou lento nas imediações do CEASA. (Foto: Portal 6)

Sem aglomerações

Durante a manhã, o Corpo de Bombeiros de Anápolis realizou uma inspeção no interior da igreja para confirmar que a estrutura estava adequada para receber o presidente.

Uma das tarefas dos militares foi de conferir o espaço entre as cadeiras para garantir que todos os presentes respeitem o distanciamento social.

Do lado de fora, estruturas metálicas foram montadas na parte da frente e de trás para que populares não provoquem tumultos enquanto Bolsonaro estiver presente.

Estrutura metálica foi colocada na parte de trás da igreja. Será por onde o presidente entrará. (Foto: Portal 6)

As medidas obedecem ao ofício enviado pela Vigilância Sanitária aos organizadores do evento para seguir todas as medidas de segurança contra a Covid-19.

Durante o culto, todos deverão usar máscaras, sem exceções, e não poderão entrar mais que 280 pessoas. Caso as regras sejam desrespeitadas, os responsáveis sofrerão penalidades.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade