Justiça toma séria decisão contra estudantes de medicina que fraudaram UniRV

Em audiência, eles alegaram que pagaram por consultoria e não sabiam que transferência era irregular

Karina Ribeiro -
Imagem de estudante sendo presa. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O Poder Judiciário decidiu manter presos, durante audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (28), os 19 estudantes do curso de Medicina suspeitos de fraudar documentos de universidades para realizar transferência para a UniRV – localizada em Rio Verde, Sudoeste do Estado.

Eles ficarão presos, pelo menos, até domingo – quando finda o prazo de cinco dias de prisão temporária.

Na prática, os estudantes aproveitavam o momento de transição entre um período e outro, para apresentarem documentos falsos de transferência para a Universidade.

PublicidadePublicidade

Esta, inclusive, desconfiou da fraude e encaminhou as provas para a investigação da PC.

Agora, eles alegam que pagaram por uma espécie de consultoria e que não sabiam que transferência de universidades do exterior para uma brasileira, seria feita de forma irregular.

Em nota, a UniRV informou que, infelizmente, identificou fortes evidências de fraudes documentais por alguns candidatos no processo de transferência externa e que assim que as irregularidades foram comprovadas foram encaminhadas para a Polícia Civil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.