Esta é a frequência correta com que você deve trocar a bucha de lavar louça

Item, presente no nosso dia a dia, pode acumular milhões de fungos, bactérias e coliformes fecais

Anna Júlia Steckelberg -
Esta é a frequência correta com que você deve trocar a bucha de lavar louça
Estima-se que em uma esponja normal você possa encontrar, no total, mais de 5,5 trilhões de bactérias. (Foto: Reprodução)

Você, dona de casa ou não, com certeza já deve ter ficado com dúvida do momento certo de trocar a bucha de lavar louça, não é mesmo? Bom, a verdade é que a limpeza e a ordem são essenciais para manter a higiene do lar, e os cuidados com os itens que usamos para essa função podem fazer uma grande diferença. 

Antes de tudo, as esponjas para lavar louça são um dos artigos de higiene que se usa todos os dias. Todavia, talvez o que você não sabe é que a troca do material deve ser mais frequente do que imagina.

Na verdade, um estudo alemão publicado em 2017 questiona a salubridade das esponjas. Isso porque nelas se acumulam e permanecem diversos tipos de bactérias, mesmo depois de limpá-la com água fervente ou depois de expô-la a altas temperaturas, como no microondas. 

Logo, de acordo com especialistas, existem pelo menos 362 tipos de bactérias que permanecem nas esponjas. Basicamente, estima-se que em uma esponja normal você possa encontrar, no total, mais de 5,5 trilhões de bactérias.

Com que frequência devo trocar a bucha de lavar louça?

Bom, esse mesmo estudo sugere que a esponja para lavar a louça seja trocada uma vez por semana, para evitar o acúmulo de bactérias. Além disso, você deve considerar ter uma esponja diferente para aparelhos de limpeza e bancadas. 

Confira também:

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.