Portal 6

Anápolis fica sem horário de verão pela primeira vez em 34 anos

Pôr do sol na Vila dos Sargentos, em Anápolis. (Foto: David Dourado)

Trabalhadores e estudantes eram os que mais reclamavam da falta de luz solar nas primeiras horas do dia

A esta altura do ano, moradores de Anápolis já estariam se preparando para acordar uma hora mais cedo com o início do horário de verão, em vigor desde 1985.

Porém, um decreto assinado em abril pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) cancelou a mudança nos relógios este ano que atingia as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Adotado para aproveitar a iluminação natural no fim da tarde, quando o consumo de energia é mais alto, o horário de verão era também impopular: a falta de luz solar primeiras horas do dia, dificultava a vida de trabalhadores e estudantes.

Pesquisa do DataSenado, entre outras, apontou em 2018 que a maioria dos consultados queria o fim da medida.

Desde a sua implantação, o horário de verão foi perdendo força — alvo de diversas propostas que queriam o seu fim, como os PLS 42/2014, o PLS 559/2015 e o PLS 438/2017 no Senado Federal.

Desde 1985, diversos estados deixaram de adotá-lo e a duração da medida também foi sendo gradualmente reduzida. Nos últimos anos, por exemplo, como em 2018, já havia sinais de que ele poderia deixar de acontecer.

*Com Agência Senado

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.