PublicidadePublicidade

Matriz de risco é abandonada em Anápolis; entenda novas mudanças de flexibilização

Aulas presenciais também já tem previsão de retorno para dezembro, mas dependerá da finalização de estudo

Avatar Gabriella Licia -

O próximo Diário Oficial do Município (DOM) deve trazer novas flexibilizações na estratégia de combate à pandemia da Covid-19 em Anápolis.

Foi o que adiantou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (14) o secretário Municipal de Saúde, Lucas Leite, e os gerentes de Epidemiologia, Mirlene Garcia, e de Vigilância Sanitária, Gúbio Dias Pereira.

Segundo eles, a Prefeitura de Anápolis está abandonando a matriz de risco, uma vez que o sistema público de saúde não corre mais perigo de entrar em colapso.

PublicidadePublicidade

Por isso, será necessário reorganizar hospitais e unidades de saúde geridos pela rede, que passarão atender todos os públicos, inclusive para tratamentos odontológicos, que haviam sido paralisados.

No tratamento da Covid-19 permanecerão ativas, e exclusivas para este fim, as unidades do Parque Iracema e Bairro de Lourdes. Ambos locais foram escolhidos por estarem próximos às regiões com maior demanda de possíveis contaminados.

Quais são as principais mudanças?

Os grupos de riscos (crianças e idosos) não serão mais proibidos de frequentar qualquer tipo ambientes coletivo, inclusive academias, parques e praças.

Ambientes com serviços de alimentação poderão acolher 50% da capacidade do local e estender os horários até às 02h da madrugada.

Já os eventos, a partir da publicação do decreto, poderão receber até 250 pessoas, desde que respeitem as regras de distanciamento e higiene.

Os shopping’s voltam a funcionar em horário normal e sobe para mil pessoas a capacidade máxima de público. O último protocolo permitia a presença simultânea de até 750 nos shoppings.

Cinemas, que desde a pandemia estavam fechados, agora terão permissão de funcionamento. No entanto, deverão garantir o espaçamento entre as poltronas.

Os clubes também poderão receber visitas, com as piscinas liberadas, mas também deverão redobrar os cuidados de higiene e distanciamento entre pessoas.

Possível segunda onda

Os técnicos da Semusa não descartam uma segunda onda de transmissão do novo coronavírus em Anápolis. No entanto, isso não deve ocorrer neste ano.

De qualquer forma, a pasta adquiriu 20 mil exames de PCR para testagem em massa para identificar pacientes sintomáticos e isolá-los.

Atividades escolares

Na próxima semana, técnicos das secretarias de Saúde e Educação devem se reunir para finalizar um estudo com as definições da estratégia e calendário de retorno às aulas na cidade, que devem retornar presencialmente em dezembro.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade