Após palestra na escola, alunas de 10 anos descobrem que estavam sendo abusadas pelo professor

Meninas conversaram entre si e depois procuraram as mães. Este é o segundo caso em Goiás, detectado após estudantes receberem conscientização

Lucas Tavares -
Conselho Tutelar de Caldazinha. (Foto: Reprodução/Google Street View)

Três meninas, de aproximadamente 10 anos, denunciaram um professor por abusar sexualmente delas em Caldazinha, Região Metropolitana de Goiânia.

De acordo com informações divulgadas pelo G1, elas teriam notado o comportamento suspeito do homem após assistirem uma palestra sobre violência sexual na escola.

Foi então que as garotas começaram a conversar entre si e a apontar situações constrangedoras que passaram, como toques nos seios e no bumbum.

Em seguida, elas relataram todos os acontecimentos às mães e a escola que, consequentemente acionou o Conselho Tutelar do município. O professor foi afastado da instituição.

Após o contato com os conselheiros, as famílias foram orientadas a registrar um boletim de ocorrência e, o quanto antes, as alunas devem ser ouvidas por uma psicóloga.

Em tempo

Os abusos sofridos pelas meninas de Caldazinha vêm a tona dez dias após o escândalo em Campo Limpo de Goiás, onde estudantes denunciaram ser vítimas de violações sexuais.

Coincidentemente, os dois casos só foram evidenciados após as alunas terem acesso a palestras que alertaram sobre as situações de risco.

O episódio de Campo Limpo ganhou repercussão nacional e trouxe à tona a importância de ações educativas nas escolas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade