PublicidadePublicidade

Mãe é presa após bebê ser encontrado desmembrado e em estado de decomposição por pit bull

Ela já apresentou a própria versão dos fatos e buscas devem ser realizadas para tentar encontrar os membros arrancados do garotinho

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação)

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (18) uma jovem de 22 anos que é apontada como a principal suspeita de um crime que chocou a cidade de Sorriso, localizada na região Norte do Mato Grosso.

A moça, que não teve a identidade revelada, foi localizada em Porto Velho, em Rondônia, e estava a caminho de Manaus, no Amazonas, para se esconder da Justiça.

A garota é a mãe de um bebezinho de quatro meses que foi encontrado morto e enterrado no quintal da casa em que ela morava, na última segunda-feira (17).

PublicidadePublicidade

Uma antiga moradora foi quem se aproximou da residência para buscar alguns pertences que haviam ficado para trás e viu que o cachorro, um pit bull, havia desenterrado o corpinho.

O cadáver do garotinho estava sem os braços e pernas e em estado avançado de decomposição. Já a residência estava completamente bagunçada e não havia mais ninguém lá.

Em depoimento, a mãe do bebê alegou que o filho morreu após se engasgar com o próprio vômito e, por conta própria, decidiu enterrá-lo no quintal. Ela sustenta que, na ocasião, o corpo estava sem mutilações.

Buscas ainda deverão ser realizadas para localizar os membros arrancados do menino. A causa da morte dele também deverá ser revelada através do laudo do Instituto Médico Legal (IML).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade