O alerta do delegado Manoel Vanderic para o feriadão prolongado de finados

"Estamos adentrando agora o mês de novembro e já computamos 92 mortes no trânsito esse ano, além das centenas de lesões graves", relata o delegado

Caio Henrique -
Manoel Vanderic é delegado em Anápolis. (Foto: Rafaella Soares)

A população de Anápolis está prestes a embarcar em um largo período de descanso, que se inicia neste sábado (30) e segue até o final da terça-feira (02), no feriado de Finados.

Em períodos assim é muito comum as pessoas planejarem viagens ou visitas a estabelecimentos de lazer durante o tempo livre.

Aliado à isso, o município também será anfitrião de diversos shows e eventos de grande porte, recém-liberados após decreto que flexibilizou ainda mais as medidas contra a pandemia da Covid-19.

Esta mobilização conjunta, entretanto, resulta em um maior agrupamento e aumenta a possibilidade de acidentes, especialmente quando a bebida alcóolica também é inserida nos planos.

É o que alertou Manoel Vanderic, titular da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (DICT), em entrevista ao Portal 6.

“Estamos adentrando agora o mês de novembro e já computamos 92 mortes no trânsito de Anápolis esse ano, além das centenas de lesões graves. Cerca de 30% dessas ocorrências mais severas, que acabam em morte ou ferimentos, são decorrentes da embriaguez ao volante”, pontuou.

Ele também destacou que, diferente de situações de doenças terminais e problemas de saúde em geral, os acidentes de trânsito podem ser facilmente evitáveis, com um mínimo de consciência e responsabilidade.

“O álcool na direção toma das pessoas muito mais do que bens e patrimônio, que podem muito bem ser recuperados, ele toma a vida, o legado”, afirmou.

Com todas essas preocupações em mente, Vanderic disse também que irá reforçar as operações de fiscalização durante o período, a fim de prevenir ao máximo os acidentes e assegurar a população.

“A empatia tem que ser estendida para a vida dos outros, muito além da nossa. Vale lembrar que esse feriado é de Finados, em homenagem aos mortos. Muitas mães estarão presas na frente dos túmulos dos filhos por conta da ação de outras pessoas, que diziam estar apenas se divertindo”, concluiu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.