Veja quem terá direito ao auxílio de R$ 300 para comprar gasolina

Medida representa um alívio para o bolso daqueles que forem contemplados com o benefício

Isabella Valverde -
Veja quem terá direito ao auxílio de R$ 300 para comprar gasolina
Auxílio Gasolina promete tranquilizar os beneficiados em relação a compra da gasolina. (Foto: Reprodução)

Se tem algo que anda tirando o sono dos brasileiros, é o constante aumento no preço da gasolina nos postos de combustível por todo o país.

Com isso, até mesmo o simples hábito de ir ao trabalho com o veículo próprio tem gerado dor de cabeça ao afetar diretamente o bolso do motorista.

No entanto, para aliviar um pouco este tão temido impacto, o Senado aprovou em março deste ano o Auxílio Gasolina, que oferecerá um suporte de até R$ 300 por mês.

Terão direito ao benefício taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos, que, comprovadamente, forem de baixa renda.

Se sancionada e transformada em lei, essa ajuda aos trabalhadores brasileiros passaria a valer a partir de outubro de 2022.

O auxílio na compra da gasolina permitirá um respiro para quem for beneficiado, podendo então utilizar este “vale” para abastecer o veículo e guardar o salário para outras despesas pessoais.

Mas afinal, quem será beneficiado pelo Auxílio Gasolina? 

O Projeto de Lei 1472/21 é na verdade um tipo de auxílio emergencial com o objetivo de diminuir os impactos crescentes sobre os preços finais da gasolina para os consumidores.

Com orçamento limitado a R$ 3 bilhões de reais, a prioridade é de atendimento para a população que já é beneficiada pelo Programa Auxílio Brasil.

Para estar apto ao recebimento do auxílio, ainda é necessário possuir renda per capita de até no máximo dois salários mínimos, ou, R$ 2.424.

De acordo com a matéria, motoristas de aplicativo, táxis, vans escolares, caminhoneiros e famílias cadastradas no Auxílio Brasil, terão o direito de receber no mínimo R$ 250 por mês para colaborar com a compra da gasolina.

No entanto, o valor não é definitivo. A cada novo semestre a quantia deve ser atualizada seguindo o preço médio registrado nas bombas de combustíveis no período analisado.

Por enquanto, o projeto ainda está em análise na Câmara dos Deputados, mas caso seja aprovado representará um grande alívio para todos os que por ele forem beneficiados.

Acompanhe o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro das principais notícias!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade