PublicidadePublicidade

Bombeiros se mobilizam e salvam com final feliz garotinha de Anápolis em apuros

"Ela foi super tranquila. Estava com as mãos nos olhos, mas não chorou", explicou o 1º Sargento Tavares

Rafaella Soares Rafaella Soares -
(Foto: Divulgação)

Na noite desta quarta-feira (07), uma garotinha de seis anos precisou ter muita coragem para ajudar uma equipe do Corpo de Bombeiros, no Santa Maria de Nazareth, bairro da região Central de Anápolis.

É que a criança ficou presa por mais de meia hora dentro de um banheiro, depois que a porta se trancou e nem ela ou os familiares conseguiram abrir.

Assim que as equipes chegaram, os militares usaram uma chave de fenda para afastar a fechadura até que se abrisse. No entanto, todos se surpreenderam quando viram que também havia uma tranca na parte de cima.

PublicidadePublicidade

A principal suspeita é que, com a batida, a porta tenha se trancado sozinha, já que a menina não conseguiria alcançar para fechar. Por isso, foi necessário usar uma hooligan, que é uma espécie de ferramenta que ajudou a dar um espaço no trinco.

Mesmo com todo o susto, a garotinha se manteve atenta todo o tempo e obedecendo os comandos da corporação para que saísse do cômodo sem ferimentos.

“Ela foi super tranquila. Quando abrimos a porta, estava com as mãos nos olhos, mas não chorou. Já havia mais de meia hora que a família estava tentando abrir a porta. Aí lembraram de ligar para os bombeiros”, explicou o 1º Sargento Tavares, que participou da ação.

Também trabalharam no resgate da criança o 2º Sargento Paulo e o Soldado Argenta.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade