PublicidadePublicidade

Doenças respiratórias podem se tornar mais frequentes com volta às aulas, diz Marcelo Daher

Entretanto, maior preocupação continua sendo a Covid-19 e exames não devem ser descartados

Augusto Araújo -
Marcelo Daher é médico infectologista em Anápolis. (Foto: Divulgação)

Embora incomuns nessa época do ano, o retorno às aulas podem dar um empurrãozinho na frequência de doenças respiratórias. Sobretudo, por conta de crianças que estão na fase inicial do ensino escolar.

Isso porque os pequenos não costumam usar máscaras e, segundo o infectologista Marcelo Daher é importante ficar atento aos sinais e descartá-los o quanto antes.

“A que mais preocupa ainda é a Covid-19. Então, frente a sintomas gripais, é importante pensar na Covid, fazer os exames para descartar qualquer possibilidade da doença neste momento”, informou ao Portal 6.

PublicidadePublicidade

Outro ponto levantado é que as medidas sanitárias para conter o Coronavírus também foram importantes para a contenção de doenças como gripe, catapora e vírus comuns, como o Adenovírus e o Rinovírus.

Mas fica o alerta. “A gente deve observar gradativamente o aumento do número de casos com a volta às aulas”, diz.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.