Anápolis vê casos de dengue dobrarem e mortes suspeitas aumentarem 200% em uma semana

Possíveis óbitos pela doença saltaram de três para nove no município, enquanto o número de casos teve acréscimo de 107% no período

Lucas Tavares -
Casos disparam no início de maio em Anápolis. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Anápolis)

Em sete dias, o número de casos e óbitos suspeitos de dengue em Anápolis mais que dobrou. Dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), nesta sexta-feira (13), mostram que, a cidade acumulou 11.262 notificações entre 1º de janeiro de 07 de maio.

O número anterior, contabilizado até o dia 30 de abril, era de 5.429. Ou seja, em uma semana, houve aumento de 107%. Destes, 4.522 já estão confirmados.

Em relação às mortes suspeitas, os casos subiram de três para nove na última atualização, o que representa um salto de 200%.

Nenhum dos possíveis óbitos por dengue tiveram a causa determinada até aqui, nem mesmo as que aconteceram há mais tempo. Também não há previsão de quando os resultados laboratoriais ficarão prontos.

De acordo com a Semusa, as amostras suspeitas são enviadas ao Laboratório de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (LACEN-GO) e ao Comitê Estadual para investigação.

Em abril, o Portal 6 questionou a Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) sobre a demora por uma conclusão.

À época, a pasta informou que o procedimento de confirmação realmente é demorado, pois as investigações envolvem “o Comitê de Óbitos do Estado, o que demanda tempo considerável para a divulgação do diagnóstico”.

Além do Comitê e do LACEN, outras instituições de referência contribuem para elucidação dos casos, como a Fiocruz, no Rio de Janeiro, e Evandro Chagas, no Pará.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.