Três a cada quatro bares e restaurantes têm dificuldade de contratar funcionários

Entre os desafios enfrentados pelas empresas está falta de candidatos qualificados e ausência de pessoas interessadas

Emilly Viana -
Estudo também investigou aumento ou diminuição no quadro de funcionários em relação a antes da pandemia. (Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil)

Três a cada quatro bares e restaurantes do país estão com algum tipo de dificuldade na contratação de funcionários. É o que aponta pesquisa contratada pela Associação Nacional de Restaurantes (ANR), em que 72% dos empresários revelaram ter este problema.

Para 73% dos estabelecimentos, o principal desafio é a falta de candidatos qualificados. Já 44% afirmaram que há falta de candidatos interessados por tais vagas.

A pesquisa aponta, ainda, que 34% dos candidatos selecionados acabam não aceitando a proposta devido ao horário de trabalho e que, para 26%, o salário oferecido não é atrativo o suficiente.

O estudo também comparou o quadro de funcionários dos empreendimentos neste ano e antes da pandemia, em 2019. O mês de referência foi fevereiro para ambos os anos.

Na comparação, 43% dos negócios continuam com o mesmo número de trabalhadores em 2022. Enquanto isso, 20% aumentaram as contratações de lá para cá e 37% tiveram redução de empregados.

Entre os potenciais motivos para diminuição estão a queda no faturamento (37%), revisão geral das atividades (33%) e o uso de tecnologia no momento do pedido (12%), que demanda menos colaboradores na operação.

Consumidores opinam

A pesquisa também analisou o comportamento do consumidor. Aos clientes, os pesquisadores perguntaram se os estabelecimentos voltaram a ser um local de visita frequente e se o consumo nestes locais se manteve no nível anterior à pandemia. de antes da pandemia. Dos entrevistados, 51% disseram que sim e 49% negaram.

Com o feedback, os empresários foram questionados sobre quais ações estão realizando ou pretendem desenvolver para atrair mais clientela e aumentar as vendas. O lançamento de produtos com novos sabores e texturas apareceu em primeiro lugar, com 57% das intenções.

Na sequência, 52% dos empreendedores disseram que vão focar em promoções, ofertas do dia e ações de valor. Já para 27% a estratégia será lançar produtos sazonais, frescos ou artesanais.

Em menor proporção, também foram apontadas ações como focar em pratos clássicos populares, com 20%, lançar produtos veganos ou vegetarianos, com 19%.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.