Conheça o ID Apae, projeto de inclusão digital que já formou mais 2.500 pessoas em Anápolis

Mantido pela Unimed Anápolis e Sicoob, cursos de informática básica, excel intermediário e avançado são gratuitos e ofertados semestralmente

Publieditorial -

Empresas sérias não somente atuam cumprindo bem sua função de mercado, mas também se preocupam com a transformação das comunidades em que estão inseridas. É o caso da Unimed Anápolis, que juntamente com a Sicoob mantém há sete anos um projeto incrível na Apae de Anápolis.

Educadora responsável, Jéssica Souza lembra que o ID Apae nasceu em 2011 quando a então Unicred Centro Norte Goiano (atual Sicoob) e a Unimed doaram computadores para a instituição. Foi quando o presidente da Apae Dr. Hélio Lopes pensou na possibilidade de aproveitar essa oportunidade e criar um espaço na Escola Maria Montessori para oferecer cursos de informática à comunidade.

Desde então, o ID Apae só cresce e apresenta números impressionantes. Mais de  2.500 pessoas – entre adolescentes, adultos e idosos – já se qualificaram no projeto em cursos de informática básica, excel intermediário e avançado

“A Apae não conseguiria manter o projeto sozinha. E a Unimed é importante no sentido de nos motivar a fazer esse projeto, caminhar junto e financiá-lo juntamente com o Sicoob. Eles custeiam nossos salários, fazem a manutenção dos computadores e a formatura dos alunos. Poucas empresas têm essa iniciativa, que incentiva e dá inclusão digital”, ressalta Jéssica, lembrando também que os cursos são oferecidos gratuitamente.

Jéssica Souza, educadora responsável no ID Apae. (Foto: Danilo Boaventura)

Formado em administração de empresas, Samuel Fernandes, de 27 anos, é aluno do ID Apae há quase um ano. Informática básica foi o primeiro curso feito por ele no projeto. Atualmente, ele faz excel intermediário e já planeja continuar por mais um semestre para capacitação em excel avançado.

“Soube dos cursos através do Portal 6. No início eu achei até estranhei porque são cursos caros e de qualidade. Esses cursos reforçam o meu currículo e me ajudam a tentar uma chance no mercado de trabalho, porque hoje está muito difícil. Quanto mais qualificação mais chance a gente tem de agarrar uma boa oportunidade”, reconhece.

Graduado em administração, Samuel Fernandes se qualifica para o mercado de trabalho no ID Apae. (Foto: Danilo Boaventura)

Ter mais de 14 anos é o único critério para participar do ID Apae. Quem não tem nenhuma experiência certificada na área, inicia o curso de informática básica e posteriormente pode cursar excel intermediário e avançado.

Para quem está na terceira idade, o projeto oferece o “Vovô e Vovó Online”, que capacita idosos com informática básica. Há ainda o curso de oratória, também aberto a todos os públicos.

Quem se qualifica no ID Apae participa de formatura e recebe certificação. (Foto: Divulgação)

Inscrições

As inscrições terão início no dia 23 de julho e são feitas apenas presencialmente, na secretaria do projeto, no turno vespertino, na Escola Maria Montessori, localizada na Rua Zaqueu Crispim, Quadra 02, Lote 03, no Setor Bouganville.

Mais informações estão no site do ID Apae ou pelo telefone (62) 3098-3535.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.